sexta-feira, 30 de novembro de 2012

JUVENTUS VENCE COPA DF

 
Foi encerrado na noite de ontem na AABB mais um torneio oficial promovido pela Federação Brasiliense de Futebol de Mesa, o 16º do ano, a Copa DF 2012.
O grande campeão foi Eduardo Almeida (Juventus), que se saiu melhor em um triangular final que reuniu também seus dois irmãos, Antônio Carlos Almeida (Verdão) e José Ricardo Almeida (Estrela Solitária).
Eis como ficou a classificação do triangular final:

G
CLUBES (Técnicos)
J
V
E
D
GF
GC
SG
PG
JUVENTUS (Eduardo)
2
1
1
0
3
1
2
4
VERDÃO (Antônio Carlos)
2
1
0
1
3
3
0
3
ESTRELA SOLITÁRIA (José Ricardo)
2
0
1
1
2
4
-2
1

Na disputa do 4º ao 6º lugares, a classificação foi esta:

H
CLUBES (Técnicos)
J
V
E
D
GF
GC
SG
PG
ARAÇATUBA (Marcelo Porto)
2
2
0
0
4
1
3
6
SANTOS (Caruso)
2
1
0
1
3
3
0
3
SERRANO (Bruno)
2
0
0
2
2
5
-3
0

Sérgio Motta (Mengole) foi o sétimo colocado, sobrepujando Marcelo Vasques (Azteca) e Antônio Carlos Pimentel (Vidigal). Assim ficou a classificação:

I
CLUBES (Técnicos)
J
V
E
D
GF
GC
SG
PG
MENGOLE (Motta)
2
2
0
0
6
0
6
6
AZTECA (Marcelo Vasques)
2
1
0
1
2
4
-2
3
VIDIGAL (Pimentel)
2
0
0
2
0
4
-4
0

A classificação geral do torneio foi esta:

CF
CLUBES (Técnicos)
J
V
E
D
GF
GC
SG
PG
JUVENTUS (Eduardo)
7
6
1
0
20
6
14
19
VERDÃO (Antônio Carlos)
7
5
0
2
19
6
13
15
ESTRELA SOLITÁRIA (José Ricardo)
6
4
1
1
21
5
16
13
ARAÇATUBA (Marcelo Porto)
6
4
0
2
9
9
0
12
SANTOS (Caruso)
6
4
0
2
19
6
13
12
SERRANO (Bruno)
6
0
2
4
5
16
-11
2
MENGOLE (Motta)
6
2
1
3
7
13
-6
7
AZTECA (Marcelo Vasques)
7
2
1
4
8
19
-11
7
VIDIGAL (Pimentel)
6
0
0
6
2
22
-20
0
10º
AMIGOS (Paulo César)
3
3
0
0
8
1
7
9
11º
CENTENÁRIO (Tarcízio)
3
1
0
2
3
4
-1
3
12º
NAPOLI (Roberto)
3
1
0
2
2
7
-5
3
13º
LEÃO DO NORTE (Paulão)
6
1
0
5
6
15
-9
3
 
Obs.: Amigos, Centenário e Napoli só disputaram a Segunda Fase do torneio (Taça de Prata).

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

BOTONISTAS DE A a Z - AMIGOS PARA SEMPRE: San Tiago



San Tiago Ferreira Gusmão nasceu em Brasília (DF), no dia 2 de julho de 1962, é casado, tem duas filhas e um neto. Atualmente residente no Guará, cidade satélite de Brasília.
Praticou o futebol de mesa desde criança, com irmãos (Sinval e Sérgio), primos (Jean Jr. e Jan Buarque - eterno adversário), além de amigos e vizinhos. Começou a levar um pouco mais à sério o esporte em 1977, quando foi campeão brasiliense na categoria até 14 anos em campeonato promovido pelo DEFER (uma espécie de Secretaria de Esportes do GDF à época).
A partir de 1979, engrenou no esporte quando, junto com outros amigos botonistas de Sobradinho, inscreveu-se no 1º Torneio Aberto de Futebol de Mesa de Brasília, evento organizado por Sérgio Netto, que juntamente com outras figuras carimbadas do esporte em Brasília, estavam criando a Federação Brasiliense de Futebol de Mesa, promovendo os primeiros torneios oficiais locais, já na modalidade de três toques.
Já em 1980, em companhia de seu saudoso pai, Ésio Buarque, seu grande amigo e não menos saudoso Paulo Nader, além de seus irmãos e primos, teve a oportunidade de participar da criação do glorioso Serrano Futebol de Mesa, clube este que defendeu de forma vitoriosa as cores vermelha e branca, chegando inclusive a tornar-se campeão brasileiro interclubes (formando dupla com o Jan Buarque) em campeonato disputado em Brasília no ano de 1984, além de outros títulos interclubes locais.
Individualmente, sua maior conquista foi sagrar-se campeão da III Copa Cidade de Sobradinho, em 1986, torneio interestadual que contou com botonistas de Brasília, São Paulo, Recife, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Participou de outras competições em Juiz de Fora (MG), Santo Antônio de Platina (PR) e Niterói (RJ), não logrando êxito em suas apresentações.
Permanece com as palhetas penduradas desde 1987, ano em que abandonou o esporte para dedicar-se à Faculdade de Administração da Católica de Brasília e à sua vida profissional.
Foram 10 anos de botonismo, onde teve oportunidade de conhecer e travar amizades inesquecíveis. Prefere não citar nomes, pois certamente sua memória o trairia, deixando esse ou aquele amigo de fora da imensa lista.
E por falar em memória, dificilmente conseguirá mencionar neste espaço, detalhes tais como: partidas inesquecíveis, piores confrontos, alegrias, este ou aquele momento de tristeza. Afinal, já se passaram 25 anos...

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

DO FUNDO DO BAÚ: BRASILEIRO DE BOTÕES

 
 
Essa foto é do jornal Diário de Brasília, edição de 15 de maio de 1972.
O principal assunto da reportagem era a intenção dos técnicos da Associação de Futebol de Mesa de Brasília em conseguir apoio do DEFER, órgão do Governo do Distrito Federal, para realizar, naquele ano, o 1º Campeonato Brasileiro de Futebol de Mesa, reunindo os campeões da Guanabara, São Paulo, Bahia, Rio Grande do Sul, Pernambuco e, é claro, do Distrito Federal. Na reportagem não se fala em que regra seria!
A fotografia foi tirada na sede da Associação, que funcionava num subsolo da 204 Sul.
No fundo, ao centro, de camisa branca e óculos, o saudoso Walter Morgado, o maior campeão da Associação.